Print Friendly, PDF & Email

11 bons hábitos para a pele sensível

Portrait of a young woman

Frágil, muitas vezes irritável e sujeita a vermelhidão, a pele sensível requer uma atenção diária. Cuidados adequados associados a bons hábitos, muitas vezes podem aumentar a tolerabilidade: descubra as nossas dicas para o bem-estar da pele mais sensível!

1. Use apenas cuidados dermocosméticos e produtos de maquilhagem especificamente concebidos para a pele sensível, hipoalergénicos, sem perfume e sem conservantes.

2. Sempre que possível, evite lavar o rosto com água da torneira, muitas vezes mal tolerada pela pele sensível. Em alternativa, use produtos adaptados para pele sensível que não necessitem de enxaguamento, tais como leites de limpeza ou águas micelares.

3. Não lave o rosto com sabão e evite peelings, pois são muito agressivos para a sua pele delicada. Se a sua pele tolerar, pode fazer uma esfoliação suave, uma ou duas vezes por mês, escolhendo um cuidado específico para a pele sensível.

4.Depois do banho, seque o rosto, com uma toalha macia, sem esfregar.

5. A falta de hidratação aumenta a sensibilidade da pele. Por isso aplique de manhã e à noite um hidratante no rosto, privilegie cuidados de alta tolerância, específicos para pele sensível.

6.A maquilhagem não é proibida na pele sensível, mas deve ser bem escolhida: opte por maquilhagem especificamente concebida para pele sensível, disponível em farmácias e parafarmácias; de alta tolerância, geralmente sem perfume e conservantes que respeite a pele mais delicada.

7. Use o menor número possível de produtos cosméticos, quanto maior o número de produtos, maior o risco de reacção cutânea. Quando encontrar um que se adapte à sua pele, seja-lhe fiel.

8. Antes de adoptar um novo produto cosmético, teste-o numa zona pouco visível: por exemplo atrás da orelha ou no pescoço.

9. No inverno, não sobreaqueça a sua casa e utilize um umidificador no quarto: o ar seco dos interiores aquecidos é agressivo para a pele e pode causar vermelhidão.

10. Aprenda a identificar fatores que desencadeiam reações na sua pele e evite-os sempre que possível.

11. Se a sua pele continuar reativa, apesar destas precauções, não hesite em consultar um dermatologista.